Ativismo, cultura e tecnologia

As potencialidades das novas tecnologias, as novas formas de ativismo, o capitalismo contemporâneo e o modo como as atividades culturais articulam-se a essas dimensões

Mais informações: http://emmarcha.milharal.org

Visualização Online do Livro

Donwload – livro – MOVIMENTOS-EM-MARCHA-livro

 

 

 

 

Faço um breve comentário em reação à uma notícia veiculada no Estado de S.Paulo neste domingo (29.04.2013, p.B11): “Brasil quer emplacar a caxirola como herdeira da vuvuzela”. No artigo temos bons indicadores do atual modelo brasileiro de desenvolvimento e inovação.

Seguindo o exemplo das vuvuzelas de plástico, utilizadas na Copa da África do Sul, o governo quer lançar um instrumento símbolo da sua copa.
O músico Carlinhos Brown criou as caxirolas, inspiradas no ancestral caxixi. Segundo a reportagem as caxirolas “foram chanceladas pelo Ministério dos Esportes e pela Fifa como instrumento oficial das Copas as Confederações e do Mundo”.

Este é nosso modelo de inovação! “Chancelada” e “oficial” significa que tanto o governo quanto a Fifa (que atualmente tem superpoderes de governo transnacional) conferem o direito de monopólio de exploração comercial de certos produtos por eles selecionados como símbolos (marca) Copa. Em termos econômicos, funciona de maneira assemelhada a uma patente industrial. Porém, com possibilidades de ganhos ampliados, pois trata de bens imateriais e culturais. No caso da caxirola, somente a empresa mutinacional (conforme a reportagem) The Marketing Store poderá fabricá-la e distribuí-la. A matéria-prima das caxirolas é um tipo de plástico “verde” feito a base de cana-de-açucar será fornecido por uma empresa específica (Brasken).

Com isso, qualquer outro fabricante e comerciante de produtos assemelhados à caxirolas, diferente daqueles escolhidos para este consórcio, poderão ser eventualmente tipicados como “falsificadores” ou “piratas”. Estamos diante das novas capitanias hereditárias da economia do conhecimento. Não é novidade a maneira como a Fifa, em época de Copas, pressiona os governos nacionais pela aprovação de legislações específicas sobre o regime de propriedade intelectual, bem como leis de exceção que deverão vigorar durante o período dos jogos.

Por fim, as empresas deverão pagar a Carlinhos Brown um valor ainda não definido referente aos royalties da invenção (sabe-se lá porque razão foi o projeto de Brown o que fora eleito). Vemos aí um exemplo do novo tipo de cercamento que agora vem colonizar e monetarizar o mundo livre da cultura. Os novos empresários e gerentes da cultura capturam e redesenham aquilo que pertencia a todos como um bem comum. Em seguida, mediante sua inserção em circuitos econômicos-jurídicos específicos transforma-o em matéria rara, bem escasso, e como propriedade privada adquirem o direito de monopólio sobre sua exploração comercial. Num instante, todo uma cultura ancestral difusa e integrada à vida social se objetifica como “inovação” que pertence a poucos. Brinquei com um amigo: “tome cuidado ao levar seu caxixi para os jogos da copa! Ele pode ser confiscado por pirataria e seu mestre de capoeira enquadrado como falsificador!”

Não seria o caso de colocarmos este modelo de pernas para o ar? Se o governo esta interessado em criar um símbolo, bem poderia indicá-lo e deixa-lo livre, como são os símbolos, ao invés de transforma-lo em propriedade privada. Esta seria uma alternativa de redução desta situação absurda, mas ainda dentro de um modelo econômico que se preocupa com o PIB. Diversas fabricantes nacionais poderiam produzi-lo, diversos comerciantes locais poderiam distribuí-lo e aquelas corporações interessadas em fazer o produto circular em “outras esferas” (produtos especializados para consumidores endinheirados) poderiam recolher uma taxa específica cujos recursos poderiam ser destinados ao apoio de milhares de escolas de capoeira e grupos culturais espalhados pelo País.

Das 16hs às 19:30hs no Campus Guarulhos – Bairro dos Pimentas.
Textos para discussão


Sugestão de prioridade:

(1) Laymert Garcia dos Santos e Pedro Peixoto, A Regra do Jogo: desejo, servidão e controle, 2008. Disponivel: http://pedropeixotoferreira.files.wordpress.com/2010/05/garciadossantoseferreira_2008_a-regra-do-jogo_villares.pdf

(2) Mauricio Lazaratto, Sujeição e Servidão no capitalismo contemporâneo. Cadernos de Subjetividade, PUC-SP, 2010. PDF

(3) Pedro Peixoto (2011) Por uma definição dos processos tecnicamente mediados de associação: http://blog.pimentalab.net/files/Pedro-Teixeira-Processos-Tecnicamente-Mediados-Associacao.pdf

Complementos empíricos para o debate atual:

Declaración para la Creatividad Sostenible

Reportagem da Revista Pesquisa FAPESP: Menos transpiração e mais inspiração: a economia criativa pode ser a nova forma de mudança no perfil da produção das cidades

Recebi por email a seguinte compilação (omiti o email do emissor apenas para evitar spams).

Obrigado ao Danilo!!


CRONOLOGIA DO DEBATE (até 10/08/2011)

1. 17/6/2011, no PassaPalavra, texto do próprio coletivo - “A esquerda
fora do eixo” (http://passapalavra.info/?p=41221).

2. 21/6/2011, nos comentários do PassaPalavra, Cláudio Prado (Casa de
Cultura Digital) posta o seguinte texto:
http://coletivope-de-cabra.blogspot.com/2011/06/texto-do-claudio-prado-sobre-o-fora-do.html.

3. 22/6/2011, no PassaPalavra, texto do próprio coletivo - “Domingo na
Marcha (1ª Parte)” (http://passapalavra.info/?p=41431).

4. 22/6/2011, no blog Trezentos, por Ivana Bentes - “A esquerda nos
eixos e o novo ativismo” (http://www.trezentos.blog.br/?p=6056).

5. 23/6/2011, por Pablo Ortellado em seu próprio blog - “Capitalismo e
Cultura
Livre”(http://www.gpopai.org/ortellado/2011/06/capitalismo-e-cultura-livre).

6. 23/6/2011, por Fabricio KC em seu próprio blog (Antitextos) - “Nem
esquerda, nem direita, nem Fora do Eixo! Ivana Bentes e o texto do
Passa Palavra”
(http://fabriciokc.wordpress.com/2011/06/23/nem-esquerda-nem-direita-nem-fora-do-eixo-ivana-bentes-e-o-artigo-do-passa-palavra/).

7. 25/6/2011, por Frederico Neto, no site Produtor.info - “Entre os
problemas mais gritantes, Ivana Bentes destaca…”
(http://infoprodutor.wordpress.com/2011/06/25/entre-os-problemas-mais-gritantes-ivana-bentes-destaca/).

8. 26/6/2011, no blog Trezentos, por Henrique Parra e Gavin Adams -
“Nem eixo nem seixo” (http://www.trezentos.blog.br/?p=6070) e
(http://blog.pimentalab.net/2011/06/27/nem-eixo-nem-seixo/)

9. 26/6/2011, no PassaPalavra, texto do próprio coletivo - “Domingo na
marcha (2ª Parte)” (http://passapalavra.info/?p=41710).

10. 28/6/2011, circula na lista da Marcha da Liberdade, texto já
impresso na Revista Fórum, por Rodrigo Savazoni - “A Reinvenção da
Política”(http://www.revistaforum.com.br/conteudo/detalhe_materia.php?codMateria=9252).

11. 28/6/2011, por Renato Rovai em seu blog da Revista Fórum – “Fora
do Eixo e a esquerda que a direita gosta”
(http://www.revistaforum.com.br/blog/2011/06/28/fora-do-eixo-e-a-esquerda-que-a-direita-gosta/).

12. 29/6/2011, no blog Razão Crítica, por Elton Flaubert – “Lutas
Sociais e Feitichismo: notas sobre o debate iniciado pelo Passa Palavra
(I)”(http://razaocritica2.blogspot.com/2011/06/lutas-sociais-e-fetichismo-notas-sobre.html).

13. 29/6/2011, no blog Quadrado dos Loucos, por Bruno Cava – “Sair dos
eixos à esquerda (I)”
(http://www.quadradodosloucos.com.br/1612/sair-dos-eixos-a-esquerda-1/).

14. 29/6/2011, no blog do Coletivo DAR, por Henrique Carneiro - “A
Maconha, as marchas e a crise do capitalismo”
(http://coletivodar.org/2011/06/a-maconha-as-marchas-e-a-crise-do-capitalismo-texto-de-henrique-carneiro/).

15. 29/6/2011, por Fabricio KC em seu próprio blog (Antitextos) – “Por
um pós-rancor menos pós-rebelde!”
(http://fabriciokc.wordpress.com/2011/06/29/por-um-pos-rancor-mais-rebelde/).

16. 29/6/2011, no blog Matutações, Gustavo Loureiro resgata o seguinte
texto - “isso funciona (…) respira (…) come (…) caga (…) fode”
(http://matutei.wordpress.com/2011/06/29/%E2%80%9Cisso-funciona-respira-come-caga-fode%E2%80%9D/).

17. 29/6/2011, no blog O Grito do Inimigo, por Eduardo Mesquita –
“Discussão ou invejinha? Escolha quem lê”
(http://ogritodoinimigo.com/?p=1007).

18. 30/6/2011, no blog Roraima Rock N Roll, por Wander Longhi - "Tudo
que gira FORA DO EIXO um dia quebra"
(http://roraimarocknroll.blogspot.com/2011/06/tudo-que-gira-fora-do-eixo-um-dia.html).

19. 01/7/2011, no PassaPalavra, texto do próprio coletivo - “Domingo
na Marcha (3ª Parte)”  (http://passapalavra.info/?p=41866).

20. 03/7/2011, no blog Razão Crítica, por Elton Flaubert – “Lutas
Sociais e Feitichismo: notas sobre o debate iniciado pelo Passa Palavra
(II)”(http://razaocritica2.blogspot.com/2011/07/lutas-sociais-e-fetichismo-notas-sobre.html).

21. 03/7/2011, no blog Quadrado dos Loucos, por Bruno Cava –
“Pós-modismo Pós-festivo (2)”
(http://www.quadradodosloucos.com.br/1644/pos-modismo-pos-festivo-2/).

22. 04/7/2011, no blog Trezentos, por Quã - "A esquerda sem fantasias:
justiça e solidariedade" (http://www.trezentos.blog.br/?p=6126).

23. 05/7/2011, no PassaPalavra, texto de Leo Vinicius - “A Marcha
posta a trabalhar”  (http://passapalavra.info/?p=42054).

24. 08/7/2011, no blog Razão Crítica, por Elton Flaubert – “Lutas
Sociais e Fetichismo: notas sobre o debate iniciado pelo Passa Palavra
(III)”(http://razaocritica2.blogspot.com/2011/07/lutas-sociais-e-fetichismo-notas-sobre_08.html).

25. 08/7/2011, no PassaPalavra, texto do próprio coletivo - “Domingo
na Marcha (4ª Parte)”  (http://passapalavra.info/?p=42227).

26. 10/7/2011, no Quadrado dos Loucos, texto de Bruno Cava - "Dormindo
na Marcha (3)"
(http://www.quadradodosloucos.com.br/1691/dormindo-na-marcha-3/)

27. 15/07/2011, no PassaPalavra, texto do próprio coletivo - “Domingo
na Marcha (5ª Parte)”  (http://passapalavra.info/?p=42544).

28. 17/07/2011, no Diário Liberdade, texto do próprio coletivo -
"Política, Subjetividades e Entrelinhas"
(http://www.diarioliberdade.org/index.php?option=com_content&view=article&id=17638:politica-subjetividades-e-entrelinhas&catid=59:institucional&Itemid=73)

29. 19/7/2011, no Ver-o-Pop, entrevista com Cláudio Prado -
"Entrevista especial e revolucionária com Claudio Prado"
(http://ver-o-pop.ecleteca.com.br/2011/07/19/entrevista-especial-e-revolucionaria-com-claudio-prado/)

31. 23/6/2011, no Blog Produção de Cultura no Brasil - da Tropicália
aos Pontos de Cultura, texto do próprio blog - "Das redes às ruas: e
agora, o que fazemos com isso?"
(http://tropicaline.wordpress.com/2011/06/23/515/)

32. 04/08/2011, na Caros Amigos, texto de José Arbex Júnior -
"Lulismo Fora do Eixo": Artigo completo aqui:
http://www.controversia.com.br/index.php?act=textos&id=9741

33. 08/8/2011, no Blog Produção de Cultura no Brasil - da Tropicália
aos Pontos de Cultura, texto do próprio blog - "Das redes às ruas :
questões locais para conexões globais"
(http://tropicaline.wordpress.com/2011/08/08/das-redes-as-ruas-questoes-locais-para-conexoes-globais/)

Quem tiver outras referências pode completá-las na área de comentários e depois juntamos todas