Estes tempos nos exigem coragem, mas também uma aposta na pesquisa, na investigação coletiva, em uma ciência aberta que inclua corpos e suas marcas, saberes não autorizados pelo regime de saber-poder.

Precisamos assumir as perguntas, dar-nos esse tempo do pensar junto, experimentar, criar contra-dispositivos para uma vida não fascista.

Diante das formas renovadas de produção de desigualdades, do consórcio explícito entre forças autoritárias e as dinâmicas de expropriação da vida e do território, promotoras da crescente militarização, gentrificação, despossessão e tristeza, lançamos perguntas-vinculantes: Como reativar uma possibilidade de inteligência coletiva? Como convocar saberes e práticas coletivas que nos permitam imaginar e disseminar alternativas a esse cenário? Como produzimos e sustentamos o Comum entre todos?

Convocatória e inscrições AQUI

 

A partir de agosto de 2014 ofereço a segunda edição da disciplina Sociedade e Tecnologias Digitais no curso de Ciências Sociais da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Unifesp/Guarulhos. O programa do curso anterior está disponível na Wikiversity, onde construímos e documentamos todo o percurso da disciplina – https://pt.wikiversity.org/wiki/Sociedade_e_Tecnologias_Digitais/2012

O curso é oferecido como disciplina eletiva para estudantes da EFLCH/Unifesp e como curso de extensão para professores de sociologia da rede pública ou educadores/agentes socioculturais.

 

Inscrições como curso de extensão:

Período: 14/7/2014 a 31/7/2014.

Vagas limitadas (o número pode variar conforme o número de estudantes regulares no curso).

Formulário de inscrição: https://docs.google.com/forms/d/1XGMkkOlYUJLSof-yM7UsHo3zmz0QYeeom0hauZi0DF4/viewform?usp=send_form

Critérios de seleção:

(1) adequação ao perfil (professor e/ou educador com vínculo em escola, organização social).

(2) manifestação de interesse.

(3) ordem de inscrição.

Resultado inscrição: 11/08/2014.

Início curso: 27/08/2014 (presença inicial exigida para confirmação de interesse).

P1060512

 

Seleção de Bolsistas de Extensão para o edital ProExt – 2014

Pimentalab: conhecimento local e tecnologias digitais

Apresentação

O Pimentalab é um laboratório de práticas sociais que objetiva integrar experiências de ensino, pesquisa e extensão. Atuamos em questões relacionadas à crescente mediação das tecnologias digitais na vida social, tendo em vista as transformações nos processos de produção de conhecimentos e nas dinâmicas sociopolíticas.

Ao promover usos alternativos das tecnologias de informação, investigamos como os processos sociais adquirem configurações específicas através das mediações técnicas, observando tanto as dinâmicas micropolíticas e os modos de subjetivação como as inter-relações com o contexto sociopolítico mais amplo.

Em nossas atividades a utilização das tecnologias de informação está orientada por uma concepção de apropriação tecnológica em que os sujeitos são provocados a reconhecer as dimensões sociopolíticas inscritas nesses dispositivos, incentivando-os à uma utilização criativa que supera, portanto, o uso meramente instrumental desses recursos. Ao combinar diferentes suportes e linguagens na realização do projeto, em especial a fotografia, vídeo, texto e a cartografia, tanto na web como em dispositivos móveis, pretendemos dinamizar formas de conhecimento e expressão em que os saberes estéticos-sensíveis cotidianos articulam-se aos saberes teóricos-abstratos. Tal abertura é fundamental para que possamos reconhecer e dar existência tangível a novos conhecimentos e práticas sociais locais.

Para isso, o projeto realiza diversas atividades (oficinas, eventos, pesquisas) de experimentação e difusão de tecnologias digitais. Em suma, trata-se de desenvolver experiências em que possamos investigar as transformações na relação saber-poder em contextos específicos, tendo como vetor de análise a mediação sociotécnica em sua dupla dimensão tecnopolítica e tecnoestética.

Seleção para o Edição 2014 ProExt/MEC

Os bolsistas do ProExt deverão participar da criação, implementação, acompanhamento e suporte de diferentes atividades promovidas pelo Pimentalab. Na edição 2014 a realização de oficinas e eventos (conforme apresentação acima) pretende convergir com dois outros objetivos: implementar uma plataforma digital com aplicativos para uso público e constituir uma rede social (e digital) de colaboração com um público específico. Os estudantes selecionados poderão atuar em dois eixos temáticos: (1) tecnologia e processos sociopolíticos; (2) ensino de sociologia e formação de professores.

Atividades a serem desenvolvidas

(1)formação e pesquisa temática;

(2)criação e manutenção de banco de dados;

(3)capacitação técnica no uso de softwares livres;

(4)alimentação contínua do sistema de gestão e avaliação;

(5)gestão financeira do projeto;

(5)sistematização e publicação das informações na plataforma online do projeto;

(6)realização de oficinas e atividades de campo;

(7)participação nas atividades de planejamento do projeto;

(8)participação nos seminários de estudos do grupo de pesquisas.

(9)produção de relatórios.

Período de vigência da bolsa:

de 01/06/2014 a 30/12/2014 (7 meses).

Carga Horária Semanal: 16 horas.

Valor da Bolsa (4 bolsistas): R$400,00.

Requisitos e indicadores para classificação:

(a)alunos regularmente matriculados no curso de Ciências Sociais, História, Letras, Filosofia, Pedagogia ou História da Arte;

(b)bom desempenho acadêmico e interesse em atividades de pesquisa;

(c)interesse na utilização intensiva de tecnologias de informação e comunicação;

(d)capacidade para trabalhar coletivamente: autonomia, colaboração, planejamento em equipe, escuta, participação ativa, capacidade de sistematização e compartilhamento de informação.
(e)conhecimentos técnicos básicos de informática e motivação para o aprendizado de novas softwares e tecnologias de comunicação.

(f) familiaridade com as tecnologias e atividades já desenvolvidas pelo Pimentalab.

(g)tempo disponível conforme carga horária proposta;

(h)não acumular o recebimento de outra bolsa (exceto bolsas de auxílio social).

Processo de Inscrição:

O candidato deverá se inscrever por e-mail enviando uma mensagem:

[para] opensocialsciences@gmail.com

[assunto] PROEXT-Pimentalab

Anexar à mensagem:

(a)Nome, telefone e email para contato;

(b)Cópia do histórico escolar atualizado (pode ser a versão online);

(c)Carta de motivação em atuar no Pimentalab e descrevendo suas habilidades e interesses de pesquisa e atuação (uma página);

(d)Proposta de trabalho que gostaria de desenvolver tendo em vista os objetivos e eixos temáticos descritos acima (até 2 páginas).

Cronograma da inscrição e seleção:

Inscrição via email: de 13//05/2014 a 23/05/2013.

Entrevistas e seleção: de 27 a 30 de maio de 2014.

Resultado: 2 de junho de 2014.

Seleção de Bolsistas de Extensão para o edital ProExt – 2014

Projeto de Extensão

Pimentalab: conhecimento local e tecnologias digitais

Apresentação

O Pimentalab é um laboratório de práticas sociais que objetiva integrar experiências de ensino, pesquisa e extensão. Atuamos em questões relacionadas à crescente mediação das tecnologias digitais na vida social, tendo em vista as transformações nos processos de produção de conhecimentos e nas dinâmicas sociopolíticas.

Ao promover usos alternativos das tecnologias de informação, investigamos como os processos sociais adquirem configurações específicas através das mediações técnicas, observando tanto as dinâmicas micropolíticas e os modos de subjetivação como as inter-relações com o contexto sociopolítico mais amplo.

Em nossas atividades a utilização das tecnologias de informação está orientada por uma concepção de apropriação tecnológica em que os sujeitos são provocados a reconhecer as dimensões sociopolíticas inscritas nesses dispositivos, incentivando-os à uma utilização criativa que supera, portanto, o uso meramente instrumental desses recursos. Ao combinar diferentes suportes e linguagens na realização do projeto, em especial a fotografia, vídeo, texto e a cartografia, tanto na web como em dispositivos móveis, pretendemos dinamizar formas de conhecimento e expressão em que os saberes estéticos-sensíveis cotidianos articulam-se aos saberes teóricos-abstratos. Tal abertura é fundamental para que possamos reconhecer e dar existência tangível a novos conhecimentos e práticas sociais locais.

Para isso, o projeto realiza diversas atividades (oficinas, eventos, pesquisas) de experimentação e difusão de tecnologias digitais. Em suma, trata-se de desenvolver experiências em que possamos investigar as transformações na relação saber-poder em contextos específicos, tendo como vetor de análise a mediação sociotécnica em sua dupla dimensão tecnopolítica e tecnoestética.

Instruções – edital completo Edital-Selecao-Alunos-ProExt-2014:

MAIS INFOS:

Continue reading “Seleção Bolsistas Pimentalab – 2014”

Car@s Estudantes,

Concluímos o processo de seleção dos participantes do projeto de extensão “Pimentalab: conhecimento local e tecnologias digitais”. Foram 29 inscritos na primeira fase.  Para a entrevista foram selecionados 17 estudantes. Como o número de bolsas é limitado, 5 estudantes foram aprovados com bolsa. Um outro número de estudantes (8) será convidado a participar em caráter voluntário do projeto.

 

A seleção não foi fácil. Todos os candidatos entrevistados apresentaram experiencias pessoais e de trabalho muito interessantes e também muita motivação em participar do projeto. Isso só reforça a importância de ampliarmos os projetos de extensão na EFLCH, pois já há muita coisa interessante sendo feita pelos estudantes e que podem convergir com outras ações institucionais de extensão e pesquisa.

 

Candidatos aprovados com bolsa

Atiele Santos (História)

Edsonia Lopes (História)

Marcella Ferreira (Ciências Sociais)

Renato Racin (Filosofia)

Renato Aymbere (Ciências Sociais)

 

 

Candidatos selecionados sem bolsa: os candidatos abaixo também foram selecionados para a participaçao voluntária (sem bolsa) no projeto. Uma mensagem com informaçoes detalhadas sobre a forma de participaçao será enviada posteriormente.

Álvaro Vellei (Ciencias Sociais)

Amanda França (Filosofia)

Caio  Fernandes (Ciencias Sociais)

Caique Ferreira  (Ciencias Sociais)

Daniel Strabeli (Ciencias Sociais)

Janaína Andrade (Ciencias Sociais)

Jaqueline Alves (Pedagogia)

Patrícia Sodré (História)

 

Segue abaixo a lista dos candidatos aprovados para a entrevista.
Realizaremos as entrevistas de 6 a 8 de fevereiro na EFLCH, sala de professores n.5 (minha sala), localizada acima da sala da equipe de TI (próximo à secretaria acadêmica dos cursos).

Neste link indico os horários disponíveis: https://pad.riseup.net/p/agendaentrevista

Para agendar um horário, basta acessar o link e escrever seu nome ao lado do horário disponível. Caso tenha dificuldades para faze-lo escreva-me um email.

Cordialmente,
Henrique Parra

Inscritos – 17 selecionados para entrevista Curso
Alvaro Vellei   Sociais
Amanda França
Filosofia
Atiele Santos
História
Caio Fernandes   Sociais
Caique Ferreira   Sociais
Daniel Strabeli   Sociais
Edsonia Lopes   História
Fabio Porfirio   Filosofia
Favio Santana
História da arte
Iris Silva
Sociais
Janaina Andrade
Sociais
Jaqueline Alves
Pedagogia
Marcella Ferreira
Sociais
Patricia Sodre
Historia
Renato Aymbere
Sociais
Renato Racin
Filosofia
Rilso Sousa
Pedagogia

Prezad@ candidato ao ProExt/MEC – “Pimentalab: conhecimento local e tecnologias digitais”

Os estudantes listados abaixo realizaram a inscrição para o processo seletivo.
Analisaremos as cartas de apresentação/motivação e os históricos escolares, indicando os aprovados para a fase de entrevistas.
Esperamos publicar a lista dos aprovados para a entrevista até o final de terça-feira (05/02).
As entrevistas deverão ocorrer na quinta e sexta-feira (7 e 8 de fevereiro), período vespertino e noturno.
Portanto, estejam atentos e verifiquem no site http://blog.pimentalab.net o horário das entrevistas.

Aproveito o ensejo para agradecer o interesse e parabeniza-los pela motivação em participar deste projeto.
O grande número de inscritos é um bom indicativo de que os estudantes da EFLCH estão interessados em desenvolver mais atividades de extensão.

Por fim, mesmo que o projeto contemple apenas 5 estudantes com bolsas, pensaremos em outras formas de engajar voluntariamente outros estudantes que tenham interesse em acompanhar nossas atividades.

Cordialmente,
Henrique Parra

—- Lista dos Inscritos —-

Alvaro Vellei
Amanda França
Ariane Galdino
Atiele Santos
Bruna Meneses
Caio Fernandes
Caique Ferreira
Cassiano Miyamoto
Daniel Strabeli
Edsonia Lopes
Elaine Cristina
Elisabete Moura
Fabio Porfirio
Favio Santana
Glauber Feitosa
Iris Silva
Isabel Vieira
Janaina Andrade
Jaqueline Alves
Jose Roberto Moraes
Julia Assine
Kezya Cesario
Marcella Ferreira
Marcio Alex Leme
Patricia Sodre
Reginaldo Oliveira
Renato Aymbere
Renato Racin
Rilso Sousa

 governing-by-networks-tangent-university

Pimentalab: conhecimento local e tecnologias digitais

Seleção de Bolsistas de Extensão para o edital ProExt – 2013

 DOWNLOAD – Edital-Selecao-Alunos-ProExt-Pimentalab

 Resumo

(leia na íntegra em: http://wiki.pimentalab.net/Main/Extens%e3o )

O projeto Pimentalab: conhecimento local e tecnologias digitais consiste na criação de uma ‘laboratório’ de oficinas de formação e intervenção sócio-cultural num território específico. Laboratório entendido como prática, ao invés de espaço físico.

A iniciativa efetiva-se através de oficinas de pesquisa-ação no Bairro do Pimentas, em que os participantes irão experienciar, numa dinâmica simultaneamente prática e teórica, o uso de tecnologias digitais de informação e comunicação (sempre em software livre), visando à produção e sistematização de conhecimentos sobre problemas sociais da região.

Interessa-nos desenvolver metodologias participativas, em que as práticas de ensino, pesquisa e extensão estejam articuladas em todo o processo. A formação para a utilização das TICs está orientada por uma concepção de educação tecnológica em que os sujeitos são provocados a reconhecer as dimensões socio-políticas inscritas nesses dispositivos, incentivando-os à uma apropriação criativa que supera, portanto, o uso meramente ‘instrumental’ desses recursos.

Ao combinar diferentes linguagens na realização do projeto, em especial a fotografia, o video, o texto e a cartografia, através de softwares colaborativos na web e nos dispositivos móveis (smartphones), pretendemos dinamizar formas de conhecimento e expressão em que os saberes estéticos-sensíveis cotidianos articulam-se aos saberes formais-abstratos. Tal abertura é fundamental para que possamos reconhecer e dar existência tangível aos conhecimentos e práticas sociais locais.

Período de vigência da bolsa:

de 01/02/2013 a30/12/2013 (10 meses).

Carga Horária Semanal: 16 horas.

Valor da Bolsa (5 bolsistas): R$393,60.

Processo de Inscrição:

O candidato deverá se inscrever por e-mail, enviando uma mensagem para:

Prof. Henrique Parra: opensocialsciences@gmail.com

assunto:PROEXTPimetalab

Anexar à mensagem:

(a)Nome, telefone e email para contato;

(b)Carta de motivação justificando seu interesse em atuar no Pimentalab e descrevendo suas habilidades e interesses (veja mais infos sobre o projeto abaixo);

(c)Cópia do histórico escolar atualizado (pode ser a versão online);

Cronograma da inscrição e seleção:

Inscrição via email: de 7/01/2013 a 01/02/2013.

Entrevistas e seleção: de 4 a 8 de fevereiro de 2013.

Resultado: 11/02/2013.

Perfil e requisitos:

(a)alunos regularmente matriculados no curso de Ciências Sociais, História, Letras, Filosofia, Pedagogia ou História da Arte;

(b)interesse na realização de trabalho de campo no Bairro do Pimentas;

(c)bom desempenho acadêmico;
(
d)capacidade para trabalhar coletivamente: autonomia, colaboração, planejamento em equipe, escuta, participação ativa, capacidade de sistematização e compartilhamento de informação.
(
e)conhecimentos técnicos básicos de informática emotivação para o aprendizado de novas softwares e tecnologias de comunicação.

(f)não acumular o recebimento de outra bolsa (exceto bolsas de auxílio social).

Plano de Trabalho do(s) Bolsista(s)

Objetivos:

(a) ampliar os percursos de formação do estudante, potencializando as inter-relações entre os aspectos teóricos, práticos, ético-políticos, estéticos e sociais da ação educativa.

(b) oferecer trajetórias múltiplas de integração da extensão com a pesquisa e o ensino apreendido durante a graduação.

(c) desenvolver conhecimentos e habilidades específicas relacionadas à inter-relação (e não mera aplicação) dos conhecimentos acadêmicos ao mundo social.

(d) desenvolver conhecimentos e habilidades específicas relativas ao domínio de softwares livres voltados à produção colaborativa, gestão informacional e comunicação multimídia.

(e) contribuir para a produção e sistematização de conhecimentos voltados à compreensão e ao enfrentamento dos problemas locais investigados.

Atividades a serem desenvolvidas

Fase de Pré-Produção:

(1)divulgação do projeto no Bairro dos Pimentas;

(2)visitas de sensibilização junto aos possíveis participantes;

(3)formação e pesquisa relativa aos conteúdos que serão trabalhados;

(4)capacitação técnica no uso de softwares livres;

(5)alimentação do sistema de monitoramento/avaliação do projeto;

(6)organização do material didático;

(7)participação das atividades de planejamento;

(8)suporte na seleção dos participantes.

Fase de Produção:

(1)atividades internas de preparação e planejamento;

(2)mobilização no campo mantendo comunicação contínua com participantes e suas bases;

(3)organização e publicação das informações no sistema de monitaramento;

(4)suporte telemático aos participantes das oficinas;

(5)realização presencial das oficinas;

(6)acompanhamento na realização do trabalho de campo junto aos participantes.

(7)participação das atividades de planejamento;

(8)participação em seminários relacionados ao Projeto de Extensão.

Fase Pós-Produção:

(1)Registro, análise e sistematização das informações produzidas;

(2)Elaboração do relatório final de atividades;

(3)Avaliação do projeto e de sua participação;

(4)Publicação online dos resultados finais do projeto;

(5)Participação em seminários relacionados ao Projeto de Extensão.

(6)Divulgação de todos os resultados junto à comunidade dos participantes envolvidos no projeto.

 

Neste sábado haverá o FLISOL – Festival do Software Livre de Guarulhos – http://softwarelivre.org/flisol-guarulhos
A programação está bem interessante e convergente com as discussões da nossa disciplina Sociedade e Tecnologias Digitais – http://pt.wikiversity.org/wiki/Sociedade_e_Tecnologias_Digitais/2012

Pela manhã, haverá palestra do Sergio Amadeu (está na nossa biliografia) e várias oficinas. Eu e alguns membros do Pimentalab faremos uma apresentação sobre tecnologias livres e educação com início previsto para às 10:40 (sala de artes), junto com o povo da Wikimedia Brasil.

No mesmo horário o colega Thiago Pimentel fará uma oficina sobre tecnologia e ativismo em redes.
No período da tarde haverão oficinas de edição de audio, video em software livre, entre outras coisas.

Enfim, será uma ótima oportunidade para conhecer novas pessoas da região (alto-tietê) que estão envolvidas com o uso criativo e crítico das tecnologias de comunicação.

 

Oficina: “Tecnopolíticas e tecnoestéticas” ou “o que @google não sabe [ainda] sobre #mim?”
Organização: pimentalab
Tema: O objetivo geral de nossas oficinas é criar situações de reflexão e experimentação sobre as  tecnologias de informação e comunicação em redes cibernéticas em relação à emergência de outros modos de organização e expressão social, política e estética.
Recursos: wifi, som e datashow
Data: terça-feira 18hs – 19:30hs, no Campus da EFLCH – Pimentas/Guarulhos

Situação Crítica -Unifesp Guarulhos

REGIÃO, TERRITÓRIO, ARTE E POLÍTICA NOS PIMENTAS

Sala 4 – 1o debate com:
Gabriel Feltran: Prof. do Depto de Sociologia da Ufscar, pesquisador do CEM/CEBRAP recebeu prêmio de melhor tese de doutorado em ciências sociais pela anpocs em 2009.

Paulo Malvasi: Prof. do Programa de Mestrado Profissional Adolescente em Conflito com a Lei da Uniban. Pesquisador do
Laboratório Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas Sociais em Saúde Pública (Liesp) da USP

Texto_GabrielFeltran

Texto_PauloMalvesi