FESP-80anos-mesa-tecnologiasdigitais-16102013
http://www.fespsp.org.br/evento/seminario-fespsp-80-anos-comeca-no-dia-14-de-outubro

16 DE OUTUBRO (QUARTA-FEIRA)
09 hs – Mesa Redonda: As novas tecnologias e as mudanças sociais

Palestrantes: Prof. Dr. Paulo Vasconcelos (FABCI) (confirmado)
Prof. Dr. Henrique Parra (UNIFESP) (confirmado)
Mediador: Prof. Dr. Rafael Araújo (FESPSP)
Local: Auditório FESPSP

Abaixo: síntese e materiais apresentados

Mediação cibernética e as fronteiras da codificação: produção do comum, sociedade do controle e capitalismo

Palavras-chave: commons, soberania tecnológica, código, crowdsourcing, colaboração

==Estrutura da Apresentação==

1. Crescente mediação da informatização e comunicação em redes digitais: convergência.

2. Especificidades da comunicação digital em redes cibernéticas

-Economia, Trabalho: produção de valor, exploração

-Vida Social: novas sociabilidades, reconfigurações privacidade, fronteiras público-privado.

3. Saberes comuns, não codificados X codificação: potenciais para o desenvolvimento comum X apropriação privada, mercantil e/ou controle social.

4. Zona de Conflito: “O Código é a Lei”.

-disputa sobre o médium: algoritmo, hardware, infraestrutura

-soberania tecnológica: condições de autonomia?

-tecnocidadãos, saberes contra-hegemônicos, desenvolvimento local.

=====0. Introdução=====

O quê as revelações de Edward Snowden – NSA – nos ajudam a lembrar e compreender?

=====1. Crescente mediação da informatização e comunicação em redes digitais=====

(1) digitalização e mediação cibernética permitem uma ampliação do universo de

dados a serem produzidos, coletados e analisados.

(2) as tecnologias digitais em rede permitem uma ampliação das possibilidades de acesso e compartilhamento de informações e novas formas de produção coletiva de conhecimentos.

(3) a convergência de mídias distintas sobre um mesmo suporte (mídia digital)

amplifica as possibilidades de enunciação em diferentes linguagens.

=====2. Especificidades da comunicação digital em redes cibernéticas=====

É importante destacar que quando falamos em TICs referimo-nos frequentemente

a duas dinâmicas tecnológicas distintas: digitalização + mediação de redes cibernéticas.

É a combinação dessas duas tecnologias que dão um contorno específico à mediação técnica

introduzida por esses dispositivos na vida social.

Algumas das características presentes na comunicação em redes cibernéticas:

(1) a noção de feedback como elemento de regulação e controle do processo informacional;

(2) a convergência digital (transformação de diversos tipos de dados em informação digital);

(3) a interatividade (também presente no princípio de feedback mas aqui pensada genericamente como condição necessária para a comunicação);

(4) a rastreabilidade (qualquer ação cibermediada produz uma nova informação digital passível de ser registrada);

(5) a quantificação (resulta da rastreabilidade como possibilidade de mensuração dos dados produzidos em novos processos);

(6) a reprodutibilidade, pois o acesso a uma informação digital exige, em certa medida, a reprodução desta informação na própria máquina).

Exemplo: Panopticlick – https://panopticlick.eff.org/

-Economia, Trabalho: produção de valor, exploração

-Vida Social: novas sociabilidades, reconfigurações privacidade, fronteiras público-privado….

=====3. Saberes/práticas não codificados X codificação=====

Potenciais para o desenvolvimento comum X apropriação privada, mercantil e/ou controle social.

Digital => ambição de totalidade.

Digital: tudo que for passível de ser algoritimizável – convertido em código digital.

Tensão: entre os saberes, conhecimentos, práticas sociais

Sua formalização em código digital abre novas possibilidades de sistematização, compartilhamento.

Ao mesmo tempo, novas possibilidades de controle, mensuração e exploração econômica.

Padrão fotos turistas FLickr: http://datamining.typepad.com/data_mining/2011/05/mapping-locals-and-tourists-behaviour-with-flickr.html

Auto-mensuração: http://quantifiedself.com/

=====4. Zona de Conflito: “O Código é a Lei”=====

4.1 Disputa sobre o médium

Censura Algoritmos:

Exemplos:

http://www.slate.com/articles/technology/future_tense/2013/08/words_banned_from_bing_and_google_s_autocomplete_algorithms.html

http://www.thedailybeast.com/articles/2013/07/16/the-apple-kill-list-what-your-iphone-doesn-t-want-you-to-type.html

Hardware:

http://www.devttys0.com/2013/10/reverse-engineering-a-d-link-backdoor/

http://petewarden.github.io/iPhoneTracker/

4.2 Soberania tecnológica: condições de autonomia?

http://prism-break.org/

http://www.movements.org/how-to/entry/how-to-prepare-for-an-internet-connection-cut-off

https://n-1.cc/

https://techtoolsforactivism.org/

https://guifi.net/

http://noticiasistmo.com/estatal/crean-comunidades-de-la-sierra-norte-de-oaxaca-telefonia-celular-autonoma-y-unica-en-el-mundo/

4.3 Tecnocidadãos, saberes contra-hegemônicos, desenvolvimento local.

https://syriatracker.crowdmap.com/main?full=1&l=cy_GB&l=es_AR

http://fogonobarraco.laboratorio.us/#

http://noisetube.net/#&panel1-5

http://publiclab.org/wiki/rio-de-janeiro

http://www.spatialinformationdesignlab.org/projects.php?id=16

http://milliondollarblocks.tumblr.com/

http://www.walkingtools.net/?p=797